Ícone RSS Ícone Página Principal
  • Ubuntu 15.10 Wily Werewolf

    Publicado em 1 de novembro de 2015 omyasuda Sem comentários

    Anotações sobre o Wily Werewolf!

    Atualizar ou não?

    Não é LTS! Isso te incomoda? Não atualize! No mais, parece se uma boa medida.

    Para atualizar.

    http://www.edivaldobrito.com.br/atualizar-para-o-ubuntu-15-10/ – para atualizar o Desktop
    http://www.edivaldobrito.com.br/atualizar-para-o-ubuntu-15-10-server/ – Como atualizar para o Ubuntu 15.10 server

     

    Green

    É uma máquina grande que rodava Ubuntu 15.04 bem, sem apresentar maiores problemas. Quanto apareceu a sugestão de atualização pelo atualizador do Ubuntu aceitei e fez a atualização até o ponto do reboot. Mas não conseguiu rebootar. O que será que fiz de errado? Como deve ser o processo de atualização? Algum passo crítico no processo de atualização? Apesar desta máquina ser bem recente, ela já teve as suas encarnações Windows 8, Debian 7, e Ubuntu 15.04. Isso pode ter causado algum tipo de conflito.

    Aparentemente uma falha de configuração dos recursos UEFI não permitiam o boot do disco SSD. A tela aparecia preta com o cursos ( um grande X, aparentemente do UEFI) mas não consegui evoluir.

    Instalação a partir do DVD com o Ubuntu 15.10, tentando preservar a partição /home, não funcionou bem. Alguma configuração do desktop não ativou os paineis e menus. Até conseguia  fazer algumas coisas, mas não consegui levar a uma configuração usável.

    A reinstalação formatando a partição /home funcionou bem! Restaurei os dados de uma cópia preservada e tudo segue normal. Chato e ter de configurar as aplicações que uso novamente, como por exemplo o suporte a lingua chinesa com teclado e fontes.

    Depois de atualizar

     

    1. Dicas de coisas para fazer depois de instalar o Ubuntu 15.10 –
  • perde a configuração de teclado

    Publicado em 4 de setembro de 2015 omyasuda Sem comentários

    perdendo a configuração de teclado de sessão em sessão no Ubuntu 15.04 64bits.

     

    ~$ setxkbmap -model abnt2 -layout br

     

    Alem disso, a configuração das áreas de trabalho para aceitar configurações de teclado independentes preserva a configuração establecida com o comando acima.

     

     

     

     

  • Hydra: Congelamento

    Publicado em 19 de maio de 2015 omyasuda Sem comentários

    Retornamos aos congelamentos. O parte gráfica congela com o teclado. Tudo o mais parece continuar funcionando. Som, rede local, acesso aos discos, etc. De experiencias anteriores, atribuo isso a um problema de configuração do NOUVEAU sobre a placa NVidia instalada.

    omy@hydra:~$ lspci -nn | grep VGA
    01:00.0 VGA compatible controller [0300]: NVIDIA Corporation G72 [GeForce 7300 SE/7200 GS] [10de:01d3] (rev a1)

    omy@hydra:~$ nvidia-detect
    Detected NVIDIA GPUs:
    01:00.0 VGA compatible controller [0300]: NVIDIA Corporation G72 [GeForce 7300 SE/7200 GS] [10de:01d3] (rev a1)
    Your card is supported by the default drivers and version 173.
    It is recommended to install the
    nvidia-glx
    package.

    Substituir por Driver NVidia

    Uma das soluções é simplesmente substituir o driver de video nouveau pelo driver proprietário fornecido pela NVidia. Veja mais sobre esta opção, nos links :

    1. Baixar NVIDIA Drivers – com recursos e binários para usar os produtos NVidia.
    2. Linux – Ubuntu, substituindo driver nVidia Canonical por nVidia Oficial. – com o procedimento bem detalhado.

    O processo é eficaz, tratando diretamente o problema de congelamento, e também algum ganho de qualidade das imagens. No entanto, os binários não são livre e a compatibilização entre as peças de software pode ser um pouco trabalhosa.

    Ajustar o Nouveau

    Outra ideia (#FazerFuncionar) é trabalhar a configuração do driver Nouveau para evitar os problemas de congelamento. Possivelmente, melhorar a qualidade das imagens.

    1. nouveau – site do projeto,

    Monitoramento SSH ao Desktop

    A ideia aqui é monitorar o funcionamento do desktop por um terminal ssh, procurando identificar a origem do congelamento, ou mesmo, após o congelamento, tentar descongelar sem precisar rebootar.

    sudo tail -f /var/log/{messages,kernel,dmesg,syslog}

    Para tentar acompanhar as mensagens de sistema.

    Os comandos emitidos via SSH parecem não obedecer, principalmente depois que o Nouveau entrou em problemas.

     

    Aplicativos

    Parece que alguns aplicativos tendem a causar mais problemas com o Nouveau. gFTP causa mais problemas do que o FileZilla. Porque?

    Entre os navegadores, algum dá problema?

     

    Nouveau em outras distros

    O Nouveau é usado em outras distros? Quais? A configuração com esta placa de video está com problemas?

     

    Referências.

    1. NvidiaGraphicsDrivers – Wiki de referencia para o Debian.
    2. 4 Ways to Recover From a Crashed or Frozen X Server on Linux – algumas ideias de como se recuperar de congelamentos do X Server. Nem sempre funcionam, mas ajudam no jogo de tentar melhorar o uptime de sua máquina.

     

     

     

     

  • Debian Jessie 64 em um PenDrive

    Publicado em 1 de maio de 2015 omyasuda Sem comentários

    Anotações sobre uma instalação do Debian Jessie 64 em um pendrive para avaliações.

    Porque atualizar?

    Porque é para frente que se caminha.

    Algumas pendencias que ainda tinha na instalação Wheezy (v. 7). Alguns congelamentos renitentes com o Nouveau (Driver de Video para o Nvidia). Apesar dos esforços não consegui resolver totalmente este problema e tenho a esperança de que Jessie venha com boas notícias.

    Drive de CD/DVD ainda com problemas de configuração.

    Erro na Checagem de um dos discos sendo contornado com um skip (ctl-D) nos boots.

    Gravar ISO em PenDrive

    Copie o arquivo ISO baixado para o pendrive como em

    sudo dd if=./iso/debian-8.0.0-amd64-DVD-1.iso of=/dev/sde bs=16k

    Com os cuidados de

    sudo – para ter a certeza de que tem os direitos sobre os arquivos envolvidos.

    iso – Usar o arquivo iso baixado conveniente.

    sdX – escolher adequadamente o dispositivo onde se deseja gravar (of = output file).

    Isso funcionou bem, permitindo a gravação do meu “DVD de Instalação” sem precisar “queimar” em DVD o arquivo ISO. Rodou perfeitamente bem ajustando a configuração de boot pelo pendrive.

     

     

    Referências:

    1. Guia de Instalação de Debian GNU/Linux
  • Debian Jessie

    Publicado em 1 de maio de 2015 omyasuda Sem comentários

    Debian Jessie (v. 8) foi lançado.  Estas são as anotações sobre ela.

  • Hydra

    Publicado em 14 de dezembro de 2014 omyasuda Sem comentários

    Hydra-configA nova encarnação do meu desktop Debian.

    Estas são as minhas anotações sobre a instalação com os comentários de momento. Continuar a ler este artigo »

  • Hydra: Sudoers

    Publicado em 13 de dezembro de 2014 omyasuda Sem comentários

    Acho que ainda gosto de usar o sudo que por algum motivo não é configurado diretamente no Debian.

    User not in the sudoers file. This incident will be reported

    Como será que isso deve ser configurado?

    Continuar a ler este artigo »

  • Hydra: skype instalação.

    Publicado em 13 de dezembro de 2014 omyasuda Sem comentários

    Para a instalação do Skype seguimos as orientações contidas em

    http://www.vivaolinux.com.br/dica/Skype-no-Debian-70-64-bits-Instalacao-em-quatro-passos

    sudo aptitude update    # atualizando os dados de pacotes
    sudo dpkg –add-architecture i386  # preparando para usar a arquitetura i386
    sudo aptitude install libasound2-plugins:i386 # instalação de biblioteca
    sudo aptitude install libqtgui4:i386 # instalação de biblioteca
    sudo aptitude install libqtwebkit4:i386 # instalação de biblioteca
    sudo dpkg -i /home/omy/Downloads/skype-debian_4.3.0.37-1_i386.deb # instalação do pacote skype
    sudo dpkg -r skype # como não funcionou, limpando a área.

    Usando o Instalador de Pacotes GDebi (No Arquivos, botão direito, abrir com o Instalador de Pacotes GDebi), tive mais sucesso, pois ele instalou as pacotes de que dependia o Skype.

    Tenho o Skype funcionando agora.

     

     

    omy@hydra:~$ sudo dpkg -i /home/omy/Downloads/skype-debian_4.3.0.37-1_i386.deb
    A seleccionar pacote anteriormente não seleccionado skype.
    (Lendo banco de dados … 129943 ficheiros e directórios actualmente instalados.)
    Desempacotando skype (de …/skype-debian_4.3.0.37-1_i386.deb) …
    dpkg: problemas com dependências impedem a configuração de skype:
    skype depende de libqt4-dbus (>= 4:4.5.3).
    skype depende de libxss1.
    skype depende de libxv1.
    skype depende de libssl1.0.0.

    dpkg: erro ao processar skype (–install):
    problemas de dependência – deixando desconfigurado
    Processando gatilhos para desktop-file-utils …
    Processando gatilhos para gnome-menus …
    Processando gatilhos para hicolor-icon-theme …
    Erros foram encontrados durante o processamento de:
    skype

  • Google Chrome 39

    Publicado em 24 de novembro de 2014 omyasuda Sem comentários

    Tinha tentando anteriormente o Google Chrome em versões anteriores sem sucesso. Uso, com relativo sucesso, o Chromiun 37.0.

    Experimentemos o Google Chrome 39 no meu desktop Debian.

    sudo sh -c ‘echo “deb http://dl.google.com/linux/chrome/deb/ stable main” >> /etc/apt/sources.list.d/google.list’
    wget -q -O – https://dl-ssl.google.com/linux/linux_signing_key.pub | sudo apt-key add –
    sudo apt-get update
    sudo apt-get install google-chrome-stable

    Referências.

    1. Google Chrome
    2. Como instalar o Google Chrome 39 no Linux
  • find

    Publicado em 15 de novembro de 2014 omyasuda Sem comentários

    A ordem depende do propósito.

     

    Manter os seus arquivos e diretórios em ordem  é fator de qualidade em seus trabalhos.

    find . -empty

    Aqui vocẽ lista os seus arquivos e diretórios vazios (de tamanho zero). Mas, sempre cabe se pensar que qualquer conjunto vazio, é um conjunto e carrega consigo informação.

     

    find . -type f -empty

    Lista somente os arquivos de tamanho zero (vazios). Entre os arquivos vazios encontrei aqueles blocos de notas em que pretendia registrar as minhas experiencias. Ficou vazio pois fui levado pelo turbilhão de eventos.

     

    find . -type d -empty

    Já diretórios vazios, listados neste caso, são resultados de tentativas de limpeza! Mas, me parecem reservar estrutura para manter a ordem.

     

    find . -type d -empty | xargs rm

    Use com cuidado. Remova os diretórios vazios encontrados pelo find, usando o comando acima.

    find . -maxdepth 1 -type d -empty | xargs rmdir

    Para remover somente os diretórios vazios deste nível, experimente o -maxdepth  !

    find . -maxdepth 1 -type f -empty | xargs rm

    Aqui, cabe lembrar que diretórios vazios, são arquivos de tamanho zero (vazios) e portanto satisfazendo os critérios de remoção.

     

    Referências

    1. find – remoção de arquivos e diretórios vazios
    2. FIND(1) – man page sempre