Ícone RSS Ícone Página Principal
  • uma nova instalação do Lucid Lynx

    Publicado em 29 de junho de 2010 omyasuda Sem comentários

    Estas são as minhas notas sobre uma nova instalação do Lucid Lynx em meu desktop pessoal. Este desktop tinha uma instalação de Lucid Lynx, na sua forma de atualização do Karmic Koala. Porque Reinstalar? Tenho observado dificuldades com alguns programas que entendo deveriam funcionar neste ambiente, mas podem estar sofrendo de problemas com a atualização:

    • sincronização do palm com o Evolution, aparentemente alguma coisa ficou mal configurada e não está funcionando.
    • o diretorio /home estava dentro da partição raiz, vou tentar separá-lo em uma partição distinta para facilitar as futuras reinstalações.
    • A conexão com a Internet tem caido intermitentemente, aparentemente algum tipo de conflito na configuração dos recursos da rede IP. Ainda pode ser algum problema de atualização dos navegadores mozilla e Chrome.

    Backup Backupearás!!! Lembrei de backupear

    • o diretório /home , com os arquivos pessoais dos usuários
    • as configurações do Evolution,
    • as pastas do Tomboy
    • das configurações de FTP do FileZilla.

    Do que me esqueci. Ainda não senti falta de nenhuma pasta. Deveria ter anotado as minhas configurações de audio. Tive algum trabalho para configurar corretamente os recursos de audio desta máquina. Instalação. Com o CD, a instalação é bem tranquila. No caso, tinha bem claro a distribuição das partições pelos meus discos físicos, por isso optei por um particionamento manual. No caso, de usar o particionamento básico, você não deve ter problemas tampouco. A escolha de uma senha para o seu usuário pode ser um tanto estressante, pois queremos que ela seja significativa e de razoável memorização. ais uma etapa vencida. Carregados os arquivos, fiz uma atualização geral do sistema com o Synaptics. Isso leva algum tempo pois o sistema tem que baixar as atualizações. Configuração dos diversos softwares do ambiente.

    • Mozilla – local de gravação dos downloads, tratamentos das senhas, página inicial. Instalação de complementos usuais como Downloadhelper, Firebug, ! Acesso o Youtube usando os recursos de Adobe Flash Player parece que funcionam bem agora. Tive que instalar os pacotes do produto, usando o Synaptics.
    • Office – desinstalando o OpenOffice para a instalação do BrOffice usando o Synaptics. O BrOffice tem implementado as especificações do Novo Acordo Ortográfico.

    Instalação do software de seu agrado.

    • Chrome –  navegador da Google, reconhecendo que os recursos Google (YouTube, BlogSpot, Wave, Docs, etc) funcionam melhor no Chrome, uso este navegador para atividades com estes produtos. "No inferno, abrace o diabo!" Download do arquivo .deb e instalação direta.
    • Opera – um navegador com um proxie embutido que está sendo útil no caso de acessos a sites bloqueados pelo Ajato.
    • ncftp – uma alternativa para as transferências de arquivos. Eu uso para fazer alguma automação nos backups de arquivos dos sites.
    • kmplayer – um player razoavelmente compativel com os recursos do mundo Microsoft. Tem funcionado bem.
    • VirtualBox – gerenciamento de máquina virtuais. As máquinas virtuais mantidas em disco separado continuam funcionando normalmente, nesta nova instalação do VirtualBox.
    • Gnome Pilot – conduit para sincronização do Palm com o Evolution, instalado e parece estar funcionando bem agora. Parece que o conflito está no compartilhamento dos recursos USB com o VirtualBox. Vamos usar isso em separado por enquanto.
    • FileZilla – o cliente de FTP que uso, instalado com o Synaptics, sem maiores dificuldades. Restaurando a pasta ~/.filezilla consegui obter as minhas configurações anteriormente utilizadas.
    • Skype – Voip que tenho usado… ainda tenho que verificar a questão da webcam que não funcionava anteriormente.
    • Python3 – tenho alguns programas desenvolvidos em Python3.
    • Kompozer – o meu editor HTML
    • Putty – o meu terminal TTY.
    • Seamonkey – um navegador que anteriormente vinha instalado.
    • gimp – manipulador de imagens que anteriormente vinha instalado.
    • geany – um pequeno IDE que uso para desenvolvimentos diversos.

    Ajustes de Configuração.

    • /etc/fstab – ajustando para a correta denominação dos discos adicionais de minha configuração.

    Restaurando os backups.

    • Evolution – restaurar o backup do Evolution foi realmente muito simples, seguindo-se os comandos do menu do produto. Foi necessário fornecer as senhas de acesso às contas de eMail novamente, mas isso me parece razoável.
    • Tomboy – copiando-se a pasta ~/.local/share/tomboy de volta todas as anotações voltaram para o meu desktop. Parece que isso precisa ser feito manualmente. Não encontrei uma sequencia no menu para isso. De qualquer forma, não é nada muito difícil.

    Acesso a outros micros da minha rede local. Tenho ainda alguns micros Windows em minha rede local. Na instalação anterior, tinha acesso às pastas compartilhadas nestes equipamentos. Agora parece que não. Verificando que os equipamentos ainda estavam na mesma sub-rede ip, isso parece estar normal. Como a instalação modificada foi esta, checando o compartilhamento de pastas em Sistema > Preferências > Compartilhamento de Pastas Pessoais, percebi que ele continha uma mensagem dizendo que faltava a instalação de alguns módulos. Reinstalei o Samba e o Swat ( sudo apt-get install samba swat ) . Reconfigurei o compartilhamento da pasta nesta instalação. Agora parece estar funcionando normalmente. Conforme a documentação consultada, cabe ainda confirmar nos outros equipamentos se as proteções de firewall e antivirus está permitindo o acesso aos arquivos compartilhados. Não observei mais os problemas de queda da conexão em minha rede local.

  • Monitor Desconhecido

    Publicado em 19 de junho de 2010 omyasuda Sem comentários

    Instalei o Ubuntu 10.04 no micro da biblioteca e observei um primeiro problema. Aparentemente, a configuração não reconheceu o monitor. Tudo parecia funcionar normalmente, mas um programa em Python 3, usando TKInter tem a sua tela truncada na parte inferior, justamente onde estão os botões de controle. Duas alternativas para contornar o problema: Alterar o programa Python para rediagramar o tela TKInter, ou Buscar uma configuração mais adequada para o monitor nesta instalação. A segunda opção me parece a mais adequada.

    Editar o arquivo /etc/X11/xorg.conf com a configuração gráfica da instalação. Com dificuldade de encontrar este arquivo na minha configuração, locate xorg.conf me ajudou a encontrá-lo.

    Para ver a configuração encontrada pelo sistema, use lspci! ou ainda sudo X -configure :1 para uma analise e geração de novo xorg.conf!

    Uma outra dica que eu vi em algum lugar e pode funcionar, é usar o Kurumin em live CD que tem boa capacidade de detectar as configurações de video. Guardar o xorg.conf em algum lugar, para depois substituir o que esta sendo usado. Será que isso funciona? O problema parece mesmo de detecção dos parametros de configuração para o xorg.conf, e poderíamos fazer um bom uso das habilidades do Kurumin em detectar estes dados.

    Neste caso especial, a configuração gravada no xorg.conf se torna ativa no próximo reboot.

    Arquivos e Comandos

    • /etc/X11/xorg.conf – contem as informações de configuração da parte gráfica.
    • locate filename.extensao – para encontrar o arquivo em sua configuração.
    • lspci – para ver as configurações dos recursos PCI da sua configuração.
    • sudo X -configure :1 – um procedimento de avaliação e reconfiguração do xorg.conf – aqui não funcionou, mas parece que funciona em outras instalações.

    Referências.

  • Lucid Lynx 10.04 LTS

    Publicado em 7 de Maio de 2010 omyasuda Sem comentários
    Lucid Lynx 10.04

    Da página inicial do site Ubuntu

    O meu desktop Karmic Koala 64 bits apresentou em seu Synaptics a disponibilidade de atualização para o Lucid Lynx 10.04 esta manhã (2010-05-07).

    Destemidamente, vamos à ele. Atualizar. Olhar antes de saltar? Mais um backup seria prudente?

    Com a minha conexão devemos levar 53 minutos para baixar os 1.5Gb da atualização. Deixando a configuração sem programas rodando e sem atividades “outras”, enquanto atualiza.

    Terminada a atualização, seguido de reboot, acordamos como Lucid Lynx. Como o paraquedista que saltou com a mochila: “Até aqui tudo bem!”

    Susto durante o processo ao ver que tenho mais discos do que o sistema consegue tratar na instalação do GRUB-PC. Onde devo colocar o GRUB? Para quais discos?? Um pouco de investigação e temos isso resolvido.

    Também dá um pouco de receio desinstalar algumas coisas que usávamos. Mas, a esta altura, o negócio é aceitar o fato de instalar novamente em seguida se estiver mesmo faltando. Por exemplo, a interface BlueTooth parece funcionar tranqüilamente, desinstalando as coisas que eram usadas anteriormente.

    Por absoluta falta de criatividade, havia nomeado esta maquina como Karmic Koala, por causa do seu sistema operacional. É justo que com a atualização passemos a chamar Lucid Lynx.

    sudo vim /etc/hostname
    gksudo gedit /etc/hosts

    editando este texto, assumimos o novo nome no proximo boot.